Celinet

HMC

VN Promotora

Loja Minas

Rannon

Rogério Monteiro Notícias

Menor denuncia homem por importunação sexual em Umbaúba


 Uma menor denunciou através de suas redes sociais e grupos de conversação um caso de importunação sexual sofrido por ela e sua prima também menor de idade. O fato teria acontecido neste domingo, (20/02), no município de Umbaúba, região ao extremo sul de Sergipe.

De acordo com informações postadas no vídeo, a menor de apenas 13 anos de idade teria ido até a casa de uma manicure para fazer as unhas, acompanhada de sua prima, também menor de apenas 12 anos. A Jovem disse que de repente ela notou a porta de um dos quartos semiaberta e lá, um homem que seria esposo da manicure, observando-a enquanto exibia para ela seu órgão genital e se masturbava, ao tempo em que mostrava a ela notas de dinheiro como se a oferecesse.

“Indo fazer a unha me deparo com essa imagem de um ser nojento que não tem respeito por ninguém, muito menos vergonha. Olho pro lado o cara mostrando suas partes íntimas pra mim, me oferecendo notas para fazer abuso comigo”, escreveu a vítima no vídeo que divulgou.

O Radialista Cléo Menezes afirmou na manhã dessa segunda-feira (21/02), que conversou com a vítima e ela relatou para ele que pediu a prima que filmasse para que pudesse provar depois, mas antes de sair do local ainda chamou a esposa dele do lado de fora e mostrou o vídeo a ela, que disse a vítima que falaria com ele sobre o caso.

No grupo de conversação quando alguém a questionou onde teria acontecido o fato, a vítima respondeu e deu mais detalhes sobre o ocorrido. “Em Umbaúba. Rapaz eu tava normal fazendo minha unha com minha prima, sem dá ousadia pra ninguém, do nada esse homem chega e coloca a parte íntima pra fora e se masturba depois foi no quarto pegou dinheiro ficou me oferecendo”, enfatizou.

Informações deram conta de que a policia Policia Militar teria sido acionada e foi até o local, mas ao chegar lá não encontro mais o suspeito de cometer a importunação sexual. 

O Conselho Tutelar informou que já tomou conhecimento dos fatos e que a menor já foi orientada a comparecer na delegacia para registrar um Boletim de Ocorrência e em seguida comparecer no Conselho Tutelar para que então a 'Notícia de Fato' seja encaminhada ao Ministério Público bem como ao restante do sistema de proteção a criança e ao adolescente.

Fonte: Site Fato1.

0/Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem