Celinet

HMC

VN Promotora

Loja Minas

Rannon

Rogério Monteiro Notícias

Morre estudante de medicina dois dias após ser submetido a procedimento inédito em Sergipe por complicações da Covid-19


 Morreu nesta segunda-feira (03) o residente de medicina Murilo Montalvão, de 34 anos, que estava em tratamento contra a Covid-19, e foi submetido à Oxigenação por Membrana Extracorpórea (ECMO), um procedimento inédito em Sergipe no sábado (1º). A informação foi confirmada pelo Hospital Cirurgia, em Aracaju.


De acordo com a unidade hospitalar, o paciente deu entrada no dia 17 de abril e tinha obesidade, asma e hipertensão. Foi levado à UTI após dois dias, quando teve piora do quadro clínico, com insuficiência respiratória grave e precisou de intubação. Como não respondeu bem ao tratamento, evoluindo com hipoxemia refratária, foi submetido à ECMO.

Segundo a família, o pai de Murilo faleceu há cerca de um mês e uma tia, há 15 dias, por causa da mesma doença. Já a irmã dele está internada também em tratamento contra a Covid-19.

O residente fazia parte do núcleo de uma universidade particular em Aracaju, que funciona dentro da unidade hospitalar onde ele foi operado. O sepultamento deve ser realizado no município de Tobias Barreto.

Tratamento

O tratamento com a ECMO é indicado quando há um comprometimento pulmonar importante, causado por uma doença aguda, funcionando como um coração artificial e um pulmão artificial para o paciente, através de um circuito de tubos, bomba, oxigenador e aquecedor que fica instalado fora do corpo. Especialistas dizem que não é um tratamento recomendado a todos os pacientes.



Fonte: G1 Sergipe.

0/Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem