Celinet

HMC

VN Promotora

Loja Minas

Rannon

Rogério Monteiro Notícias

Morre Jorge Prado Leite, fundador da Sulgipe, aos 95 anos

 

O empresário e engenheiro sergipano Jorge Prado Leite, morreu na manhã deste domingo (15), aos 95 anos, em Aracaju. A informação foi confirmada pelo filho Ivan Leite, ex-prefeito de Estância.

Jorge Prado Leite deixa um importante legado na história de Sergipe. Entre outros feitos, fundou a Companhia Sul Sergipana de Eletricidade (Sulgipe) e implantou as rádios Esperança, em Estância, e Jornal, em Aracaju.. 

Ainda não há informações sobre velório e sepultamento.

A seguir, alguns aspectos de sua extensa biografia, redigida pelo filho Ivan Leite e publicada no portal JLPolítica em 2020, por ocasião do 94º aniversário de Jorge Prado Leite que, por sua carreira profícua no empreendedorismo, se tornou conhecido como "um homem chamado trabalho".

Biografia

Jorge Prado Leite, nasceu no dia 19 de junho de 1926, na Avenida Ivo do Prado em Aracaju. Filho primogênito de Júlio César Leite e de Carmem Prado Leite, e também primeiro neto do coronel Gonçalo Rollemberg. Aos 11 anos de idade foi estudar em Fortaleza, Ceará, na Escola Militar. Aos 12 anos, mudou-se para Minas Gerais. Foi estudar internamente no Colégio Cataguases Leopoldinense. Mudou-se para São Paulo alguns anos depois, para o internato do Colégio Mackenzie. Serviu ao  Centro Preparatório de Oficiais da Reserva (CPOR) do Exército, o que lhe era fácil, pelo temperamento disciplinado, mas difícil pelas ações físicas, pois mesmo não tendo limitações que o impedissem de executá-las, a elas não era muito afeito.

Aos 19 anos, ingressou na Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, onde foi contemporâneo de Mario Covas e Paulo Maluf. Como presidente do Grêmio da Poli, e vindo de outro Estado morar em São Paulo, era conhecedor das dificuldades que enfrentavam os alunos originários do interior e de outros Estados de todo o Brasil. Por isso, idealizou e empenhou-se na viabilização e construção da Casa do Politécnico. E teve sucesso nesta empreitada, construindo um prédio de 11 andares que, ao término da sua gestão, já estava no sexto pavimento e com recursos assegurados para a sua conclusão.

Em 1950, já formado em Engenharia Civil, retornou a Sergipe a convite de seu pai, que dele precisava para dirigir a Fábrica Santa Cruz uma vez que, como senador, iria morar no Rio de Janeiro. 

Em 1956 é fundada a Companhia Sul Sergipana de Eletricidade, a Sulgipe. Em 1º de maio de 1967 inaugura a primeira estação de rádio do interior de Sergipe, a Rádio Esperança. Aos filhos, que criou e educou com exemplos - Ivan, Marcelo, Adriana -, e aos netos Jorge, Yvette, Júlia e Luiza, e ao bisneto Pedro Jorge, ele segue dando demonstração de perseverança. 

Por: Monica Pinto.

Fonte: F5 News.

0/Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem