Celinet

HMC

VN Promotora

Loja Minas

Rannon

Rogério Monteiro Notícias

Problemas no IpeSaúde: “O Ipes não pode silenciar e o presidente tem que vir a público e se explicar”, afirma deputado Georgeo Passos


 O deputado estadual Georgeo Passos (Cidadania), foi o entrevistado desta terça-feira. 23, do programa Inove Notícias da Rádio Cultura AM 670, com Kleber Alves. Na pauta da conversa, a situação do IpeSaúde que está com um alto índice de reclamações nas marcações de consultas, exames e cirurgias eletivas.

De acordo com o deputado, essa situação do IpeSaúde, que é o “plano de saúde” dos servidores públicos, já persiste há muito tempo. “Vale ressaltar que, nesse “plano de saúde”, não há inadimplência porque o servidor já tem descontado do seu salário o dinheiro devido ao Ipes. Todo final de mês, o salário é pago com o desconto e o próprio governo que não está repassando os valores, por isso, eles não podem alegar falta de recursos”, assegurou.

Georgeo lembrou que já fez vários questionamentos para tentar entender a situação do instituto, mas sem resposta. “Vimos a bola de neve crescer e fizemos vários questionamentos à gestão anterior que já se apontava fatos que precisavam ser mais aprofundado e que foi dito, pelo próprio governador, que havia uma dívida milionária, mas nada foi respondido”, lamentou o deputado.

E, por causa do rompimento político com o senador Rogério Carvalho (PT), de quem foi o responsável por indicar a direção anterior do IpeSaúde, o governador Belivaldo Chagas (PSD) trocou o comando e nomeou o então secretário de Estado da Administração, George Trindade, como presidente da instituição. “Mudou o presidente, mas as reclamações aumentaram”, afirmou o deputado Georgeo Passos.

Ainda segundo o deputado, um dos graves problemas denunciados pela população está na demora de marcação de consultas e exames. “O Ipes está reduzindo as cotas de marcação de consultas, exames e de cirurgias, que é algo muito grave porque o servidor paga para ter acesso à saúde”, destacou.

Diante de todo o agravamento do IpeSaúde, o deputado Georgeo Passos cobrou um posicionamento por parte da presidência da instituição. “O Ipes não pode silenciar e o presidente tem que vir a público para anunciar o que foi apurado e o que encontrou de irregularidades da gestão passada e dizer o por que das pessoas não estarem conseguindo marcar cirurgias”, ressaltou.

Questionado pelo radialista Kléber Alves sobre a possibilidade da Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese) convocar o presidente da instituição, Georgeo destacou que é uma missão árdua. “Depende da aprovação da base do governo e acho que a ideia é que a gente possa convocar George e o ex-presidente, Cristhian para que possamos descobrir o que de fato ocorreu para levar o Ipes a essa situação”, completou.

IPVA

Ainda durante a entrevista ao Inove Notícias, Georgeo Passos falou sobre o episódio do IPVA. Na semana passada, o deputado denunciou que o IPVA poderia sofrer um reajuste de 20% em 2022, o que foi desmentido pelo Governo que acionou a Procuradoria Geral do Estado (PGE) que denunciou o parlamentar por espalhar fake news. “

“Ainda não fui notificado e estamos aguardando, não recebemos nenhum documento e a informação que temos foi a que circulou na imprensa sergipana e a peça que nos vimos é que somos acusados de cometer crime, não vimos uma peça encaminhada por notificação e estamos aguardando a manifestação do Ministério Público de Sergipe”, disse.

Ainda segundo Georgeo, esse processo criminal, caso se concretize, vai entrar para a história de Sergipe. “Quero muito saber se o MPE vai dar entrada com processo criminal contra um deputado a pedido da PGE. É algo que raramente acontece no Estado, nem no período da ditadura encontramos um caso no qual um deputado foi processando, criminalmente, por emitir uma opinião”, lamentou.

Fonte: Inove Notícias.

0/Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem