Celinet

HMC

VN Promotora

Loja Minas

Rannon

Rogério Monteiro Notícias

IML confirma morte por asfixia em abordagem desastrosa da Polícia Rodoviária Federal


 O Instituto Médico Legal apontou, nesta quinta-feira, 26, asfixia mecânica e insuficiência respiratória aguda como razões da morte de Givanildo de Jesus Santo, 38 anos. Morto após abordagem desastrosa da Polícia Rodoviária Federal (PRF) no município de Umbaúba nesta quarta-feira, 25.

De acordo com o laudo do IML, não é conclusivo qual o gás que o homem inalou, após ser trancado na mala da viatura.

Em vídeos registrados por pessoas que acompanharam a abordagem, é possível ver os agentes aprisionando o homem na mala da viatura, já algemado, e sufocando-o.

Durante entrevista ao Jornal da Fan, da Rádio Fan Fm, desta quinta-feira, 26, o presidente da OAB/SE, Danniel Alves Costa, reforçou que: "neste momento a OAB, a família, mas toda a sociedade exige uma resposta rápida das apurações caso fique realmente demonstrada a culpa desses policiais envolvidas, a gente exige um afastamento e que eles sejam penalizados não é esse tipo de abordagem que a gente espera da polícia. Já coloquei a Comnissão de Direitos Humanos para acompanhar esse caso, vamos mandar um documento oficial para a Corregedoria de Polícia e vamos seguir vigilantes", a afirmação foi dada pelo presidente da Ordem, 

NOTA

Em nota, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) afirmou que abriu um procedimento disciplinar para averiguar a conduta dos policiais envolvidos na abordagem. Segundo o pronunciamento, o homem "resistiu ativamente a uma abordagem de uma equipe PRF. Em razão da sua agressividade, foram empregados técnicas de imobilização e instrumentos de menor potencial ofensivo para sua contenção e o indivíduo foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil em Umbaúba".

A Polícia Federal vai investigar o caso.

Fonte: Fan F1.

0/Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem